CASA COR SÃO PAULO 2015

A mais completa mostra de arquitetura, decoração e paisagismo da América, a Casa Cor traz a São Paulo importantes profissionais para produzir 79 ambientes exclusivos e apresentando diversas opções de entretenimento.

casa cor 2015

Já em 28ª edição, o evento mantém o foco dos anos anteriores esse ano com o tema Brasilidade com o objetivo de valorizar a arte, o design e a cultura brasileira e contará com novidades como um Lounge Camarote exclusivo e um Putting Green (campo para treino de golf).

casa cor 2015 2

A mostra acontece entre os dias 27 de maio e 20 de julho, no Jockey Club de SP – Avenida Lineu de Paula Machado, 875 – Cidade Jardim – São Paulo.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Adeus ao arquiteto Miguel Pereira

O ex-presidente do IAB Miguel Pereira morreu aos 82 anos, na manhã do dia 15 de maio, devido a uma parada cardíaca.

Em mais de 50 anos de carreira, o mestre Miguel Pereira dedicou sua vida a lutar pela política profissional, exercendo a função de presidente do IAB (1989- 1993), conselheiro federal pelo estado de São Paulo no CAU/BR e vice presidente da União Internacional e Arquitetos (UIA). Sua trajetória profissional deu-se início em 1957, quando se formou na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Publicou 6 livros, teve dezenas de artigos publicados, foi reconhecido por seu trabalho com diversos títulos e menções honrosas. Seu prestígio era tanto ,que se tornou membro honorário em entidades de arquitetura de países como Argentina, Peru, Rússia e México.

No mesmo per]iodo no ano passado, o arquiteto Miguel Pereira reuniu arquitetos, amigos e alguns de seus colegas do CAU para lançar o livro “Arquitetando a Esperança”. A publicação retrata a formação, a prática profissional, os principais projetos, o exercício da docência, a preocupação com a pesquisa e a política profissional – questão que preenche o discurso do arquiteto.

“Montei-me em uma prática profissional com as duas faces da moeda, na prancheta e no discurso da arquitetura, e por isso eu tenho uma facilidade de frequentar a academia e me tornei um pesquisador, escrevi livros e não podia deixar de escrever aquilo que foi sempre uma provocação e um entusiasmo: a política profissional”, afirmou Miguel Pereira.

Foi importante na Arquitetura Brasileira  e na defesa do papel do arquiteto entre seus pares e na Sociedade Brasileira e Internacional.  Adeus grande mestre arquiteto…

Publicado em Arquitetura Brasileira, Notícias | Deixe um comentário

E o Pritzker 2014 vai para…

Citando sua abordagem inovadora para estruturas e o uso de materiais, bem como seu sensível compromisso com o projeto, o Júri do Pritzker escolheu o arquiteto japonês Shigeru Ban como o vencedor do Prêmio Pritzker de 2014. Ban é o trigésimo oitavo ganhador do Prêmio Pritzker considerado o  Oscar de Arquitetura, e o sétimo arquiteto japonês homenageado.

Shigeru

” Shigeru Ban é um arquiteto cujo trabalho incansável inspira otimismo. Onde outros podem ver desafios insuperáveis, Ban vê um convite à ação. Onde outros podem tomar um caminho seguro, ele vê a oportunidade de inovar. Além disso, ele é um professor comprometido que não é apenas um modelo para a geração mais jovem, mas também uma fonte de inspiração “ – . Júri  do Pritzker 2014

De acordo com o júri, o Prêmio Pritzker reconhece os arquitetos que conseguem demostrar “ excelência na obra construída e que fazem uma contribuição significativa e consistente para a humanidade. Shigeru Ban, o laureado de 2014, reflete esse espírito do prêmio ao máximo ” .

Ele é um arquiteto de destaque que, por vinte anos, tem respondido com criatividade e desenho de alta qualidade em situações extremas causadas por desastres naturais devastadores. Seus edifícios servem de abrigo, centros comunitários e locais espirituais para aqueles que sofreram  enormes perdas e tem sido vitimas de tamanha destruição. Quando a tragédia atinge, Ban está lá, muitas vezes desde o início, como em Ruanda, Turquia, Índia, China, Itália e Haiti, e seu país natal, o Japão, entre outros.

Seu enfoque criativo e inovador, especialmente relacionado com materiais e estruturas, e não apenas boas intenções de construção, estão presentes em todas as suas obras. Através de excelentes projetos, em resposta a desafios emergenciais, Shigeru Ban ampliou o papel do oficio.

catedral_christchurch_papelao

Shigeru Ban trabalhou muito nas zonas devastadas pelo tsunami e terremoto de 2011 no nordeste do Japão, também conhecido pela catedral de papelão de Christchurch na Nova Zelândia e pelo Centro Georges Pompidou de Metz, cidade do leste da França, entre outras obras.

Centre-Pompidou-Metz

Leia mais em http://www.archdaily.com.br/br/01-185080/shigeru-ban-recebe-o-premio-pritzker-2014 em http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5gK5kKJjNN7THHhdS6n5_-V-JxhHw?docId=fef7fea3-d56d-44af-8725-66eb9fc89fb1&hl=pt_PT       e http://www.shigerubanarchitects.com/

Publicado em Arquitetura, Arquitetura Contemporânea, Internacional, Notícias | Deixe um comentário

Chineses constroem museu com CDs e DVDs usados

A partir da proposta de criar uma das maiores estruturas esféricas do mundo, o escritório chinês de design e tecnologia Miniwis divulgou o desenho do iGreen, futuro museu de aviação a ser construído na cidade de Kunshan, na região de Suzhou, na China.  Possui  também um simulador de vôo 5D, e faz parte de um projeto maior: o Wanshang Dreamworld, que pretende ser o maior conjunto de salas de cinema da China, com abertura prevista para 2015.

Segundo Jarvis Liu, diretor de pesquisa e desenvolvimento do Miniwiz, o iGreen tem como objetivo educar seus visitantes a respeito da sustentabilidade de uma maneira divertida: “Temos engenheiros estruturais, arquitetos, engenheiros químicos e especialistas de fabricação voltados para criar soluções interdisciplinares nunca antes vistas”. Prova disto é o diferencial observado em sua construção: suas principais matérias-primas serão CDs e DVDs reaproveitados.

iGreen

Idealizado para resistir a situações como chuva ácida, terremotos, tufões e raios ultra-violeta, a esfera de 50 metros de diâmetro que reveste o museu criará um microclima apto ao crescimento de plantas tropicais e árvores em seu interior. Além disso, os materiais que revestem a cúpula permitirão a entrada de iluminação natural durante o dia e a noite, tornando-o um ícone local.

igreen2

Em seu interior, o museu contará com móveis, tetos, pisos e luminárias feitos de materiais reciclados. Isto contribui para que o iGreen se torne também um exemplo de construção sustentável economicamente viável. “Utilizando materiais provenientes de resíduos dos consumidores, modularização e uma construção rápida, fomos capazes de fazer deste um esforço comercialmente viável”, afima Donald Saga, chefe de gestão de projetos da Miniwiz.

Publicado originalmente no Portal ARCOweb, 31 de janeiro de 2014.

Publicado em Arquitetura Contemporânea, Internacional, Projetos, Tecnologia da Construção | Deixe um comentário

Rotatória Suspensa para bicicletas

Está situada na Holanda e foi projetada pelo escritório Ipv Delft e a primeira rotatória suspensa do mundo dedicada às bicicletas. Localizada entre três cidades na Holanda, a estrutura recebeu o nome de Hovenring.

rotatoria suspensa

A rotatória tem 72 metros de diâmetro e é supensa por 24 cabos de aço. Parecendo flutuar sobre uma via de tráfego motorizado, Hovenring foi construída para se destacar.

À noite, uma estrutura luminotécnica destaca o pilone de 70 metros de altura. Todos os cabos são conectados na área interna do deck para que qualquer torção seja prevenida. A própria estrutura pela qual as bicicletas passam foi feito com cerca de 1.000 toneladas de aço.

As avenidas não possuem trânsito intenso, o que não fez com que o governo holandês desistisse da ideia. Para os idealizadores da rotatória era necessário separar completamente os veículos automotivos das bicicletas.

rotatoria1

A mudança foi fundamental para garantir a segurança dos ciclistas, que incluem desde crianças indo para a escola a pessoas mais velhas passeando de bicicletas.

Depois da primeira inauguração da rotatória, os engenheiros enfrentaram alguns desafios. s cabos vibravam mais do que o esperado devido aos ventos. Algumas especificidades foram recalculadas e contra­pesos instalados, tornando a estrutura mais estável.

rotatoria suspensa1

Assista o vídeo da rotatória em uso:

A rotatória faz parte de um complexo sistema de ciclovias implantadas na região e a estrutura agora é um marco para tentar fazer a vida da população mais saudável.

Conteúdo extraído  de http://www.bimbon.com.br/projeto/a_primeira_rotatoria_suspensa_do_mundo 

Publicado em Internacional, Notícias, Tecnologia da Construção | Deixe um comentário

Ponte para pedestres na China

Foi idealizada pelo estúdio holandês NEXT Architects e ganhou um concurso para projetar uma ponte de 150 m para pedestres na China. A estrutura será composta por uma sequência de fitas de aço que alternam-se para criar o efeito de uma superfície sem fim.

ponte

A princípio é baseado na Fita de Möbius, concebida como um espaço topológico com apenas um lado e borda. Exatamente como uma fita de papel torcida em meia volta e colada nas extremidades. A inspiração surgiu também do tradicional artesanato chinês e da arte de fazer nós.

Competição de arquitetura na China.

A ponte criará três rotas diferentes sobre o rio e porto Dragon King. O início das construções está previsto para 2014.

ponte1

Publicado em Aço, Concursos, Estrutura, Internacional, Notícias, Tecnologia da Construção | Deixe um comentário

2ª edição do SP Urban Digital Festival

Começou dia04 de novembro, a segunda edição do SP_Urban Digital Festival, maior festival de arte digital da América Latina. O evento se estende até o dia 28 de novembro no edifício da FIESP/SESI na Avenida Paulista, São Paulo.

Este ano, o SP_Urban Digital Festival tem o tema Cidadão Digital, abordando a participação das pessoas na realidade digital. O festival questiona o engajamento social na internet e como a cultura digital afeta o modo de agirmos uns com os outros.  Além das grandes estrelas das artes multimídia como James George (EUA), Anaísa Franco (Brasil), Julian Opie (UK), United VJs (Brasil/Europa/ Japão/EUA), o festival abre espaço para novos talentos mostrarem seus trabalhos.

02

A novidade desta edição é a ocupação da Alameda das Flores, uma passagem de pedestres que liga a Avenida Paulista à Rua São Carlos do Pinhal. A travessa se transformará em um “mirante”, proporcionando aos pedestres uma visão incomum do prédio da FIESP.

Sesii

Fonte- http://www.archdaily.com.br/br/01-150211/comeca-hoje-a-2-edicao-do-sp-urban-digital-festival
Publicado em Eventos | Deixe um comentário